Imagens chocantes da celebração da Ashura

A celebração da Ashura é o último dos dez dias do período de luto em memória ao Imam Hussein, neto do profeta Maomé, morto em uma batalha em Karbala, no Iraque, em 680 dC. Mulçumanos xiitas praticam a autoflagelação como expressão de culpa por terem abandonado os Imams quando esses necessitavam de ajuda. A morte de Hussein provocou a divisão histórica no Islã entre sunitas e xiitas.
A Ashura é comemorada pelos xiitas durante dez dias, período no qual as pessoas se vestem de preto, participam de encontros e palestras islâmicas. No último dia, considerado o ponto alto da comemoração, acontecem os rituais de martírio. Os xiitas participantes cortam-se com navalhas, facas e espadas para ficarem cobertos de sangue e saem as ruas batendo com suas mãos contra o peito e gritando cânticos religiosos.No Irã, o aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do país, proibiu o ritual com sangue, porém no Iraque, na cidade de Kerbala, onde está localizada a tumba de Hussein, os xiitas ainda praticam o ritual sangrento. Turistas que tiveram a oportunidade de ver o ritual da Ashura, relatam que um cheio forte e insuportável de sangue pode ser detectado à metros de distância. Jovens, adultos, idoso e até crianças desfilam em frente à multidão cobertos de sangue. Para os muçulmanos xiitas, sangrar é um sinal de respeito.

As cenas são fortes e o choque cultural com a nossa cultura ocidental é muito grande. Seguem algumas impressionantes imagens da celebração:

(1)
(2)
(3)
(4)
(5)
(6)
(7)
(8)
(9)
(10)
(11)
(12)
(13)
(14)
(15)
(16)
(17)
(18)
(19)
(20)
(21)
(22)
(23)
(24)
(25)
(26)
(27)
(28)
(29)
(30)
(31)
(32)
(33)
(34)
(35)
(36)
(37)
(38)
(39)
(40)
(41)
(42)
(43)
(44)
(45)
(46)
(47)
(48)
(49)
(50)
(51)
(52)
(53)
(54)
(55)
(56)
(57)

2 pensamentos sobre “Imagens chocantes da celebração da Ashura

Os comentários estão desativados.