Veja como trabalha os Deuses do mal (Mega Curioso)

Artigo super curioso para quem gosta de mitologias, deu um pouco de trabalho mas acredito que valeu apena escrever esse artigo para todos voceis.. Boa Leitura duvidas estou a disposição georlandio@hotmail.com _______________________________________________________________________________________ Seraph – Serpente Simone simons A Serpente do Éden, … Continuar lendo

Avalie isto:

O lado oculto da Igreja Católica

Michele Sindona

Michele Sindona (Photo credit: Wikipedia)

 

A Igreja Católica é uma das mais antigas e poderosas instituições do mundo, criada há dois mil anos ela surgiu de um homem e cresceu até ser “dona do mundo”, mas para isso sua história foi marcada com mortes, traições, roubos, pecados e até mesmo associação com alguns dos piores vilões de nossa história.

 

O lado oculto da Igreja Católica  – Riquezas e corrupção

 

Os parceiros nazistas e fascistas haviam caído durante a guerra, mas dessa parceria a Igreja havia angariado centenas milhões, que Mussolini pagou a ela em forma de uma indenização, além de que se fala que muito dinheiro que foi confiscado de Judeus acabou indo parar nos cofres do Vaticano durante a Segundo Guerra. Com toda essa fortuna, os chefes católicos resolveram investir em algo que lhe desse ainda mais dinheiro: um banco.

 

Já em 1958, a Igreja tinha mais de 500 milhões de dólares e fora os 940 milhões investido no IOR (Instituto para Obras da Religião), mais conhecido como o Banco do Vaticano.

 

Durante a década de 1970, a Igreja resolveu colocar pessoas especializadas para cuidarem de suas enormes fortunas, tendo como um dos principais chefes Michele Sindona junto com Casimir Marcinkus. E ambos iniciaram algumas das maiores movimentações de dinheiro da história, tudo isso por baixo dos panos, para que os impostos não fossem pagos.

 

 

Os parceiros nazistas e fascistas haviam caído durante a guerra, mas dessa parceria a Igreja havia angariado centenas milhões, que Mussolini pagou a ela em forma de uma indenização, além de que se fala que muito dinheiro que foi confiscado de Judeus acabou indo parar nos cofres do Vaticano durante a Segundo Guerra. Com toda essa fortuna, os chefes católicos resolveram investir em algo que lhe desse ainda mais dinheiro: um banco.

 

Já em 1958, a Igreja tinha mais de 500 milhões de dólares e fora os 940 milhões investido no IOR (Instituto para Obras da Religião), mais conhecido como o Banco do Vaticano.

 

Durante a década de 1970, a Igreja resolveu colocar pessoas especializadas para cuidarem de suas enormes fortunas, tendo como um dos principais chefes Michele Sindona junto com Casimir Marcinkus. E ambos iniciaram algumas das maiores movimentações de dinheiro da história, tudo isso por baixo dos panos, para que os impostos não fossem pagos.

 

banco-do-vaticano-e-lavagem-de-dinheiro3

 

A Igreja até financiou uma campanha político nessa época, apoiando o Partido Democrata Cristão. Logo depois disso descobriu-se algo muito interessante, Michele Sindona estava usando o Banco do Vaticano para transferir dinheiro máfia, fazendo a famosa lavagem de dinheiro, mas como a Igreja lucrava com isso, os Papas faziam vista grossa.

 

 

Contudo, em 1974, as transações ilegais começaram a ter problemas devido a crise do petróleo e os EUA iniciou uma investigação que revelou todas as mutretas que eles estavam fazendo. Em 78, um novo Papa foi eleito, João Paulo I, que prometeu acabar com todos os crimes e com o envolvimento do Banco do Vaticano com a Máfia.

 

Misteriosamente, apenas um mês depois de assumir, João Paulo I foi encontrado morto na sua casa, a Igreja falou que ele foi vítima de um infarto, mas todos acreditam que ele foi morto pela máfia devido as suas ameaças.

 

papa_joao_paulo_I_2

 

Anos depois, a Instituição católica pagou a soma de 244 milhões de dólares para todas as acusações contra ela sumissem, apesar de nunca terem admitido que nenhum crime foi cometido por seu banco, assim a história verdadeira foi esquecida.

 

Apesar de todos esses problemas e gastos milionários, a Igreja continua sendo uma das mais, se não a mais rica instituição do mundo. E a quão rica ela é? Saiba no próximo post da série! E se gostou não deixe de curtir logo a baixo.