Novos usuários do Facebook terão que passar por curso

Novos usuários do Facebook terão que passar por curso

Facebook  informou na última segunda-feira (05), que novos parâmetros de privacidade foram instalados na rede social para os usuários de todos o mundo, entre eles,  a obrigação de todos os novos usuários assistir a um curso sobre o tema.

Tais mudanças estão ocorrendo em virtude das negociações com a Autoridade Irlandesa de Proteção de Dados Privados (DPC). No mês de setembro do ano passado a DPC já havia publicado um relatório sobre a rede social de Mark Zuckerberg, ao qual exigiu que em dezembro do mesmo ano o Facebook esclarecesse a política de privacidade que estrava sendo adotada.

O Facebook, por sua vez, tomou várias iniciativas, entre elas, a realização de um curso para o acesso à rede social, que exibirá para cada usuário, através de fichas explicativas e conselhos, como melhor determinar o modo de privacidade, como também os ajustes automáticos, a visibilidade das informações postada e também o funcionamento da publicidade e gestão de identificações.

Assim, a partir de agora, cada novo usuário precisará passar pelo curso explicativos sobre as diretrizes do Facebook. Vale lembrar que o tutorial é obrigatório.

Colabore: Envie um artigo para o siteMais sobre: Facebook, curso, privacidade

Cuidado com a mensagem “Aprenda tirar vírus do Facebook

De Kaspersky Lab nos informam sobre uma nova campanha de malware no Facebook, escondida por trás da mensagem: “Aprenda tirar vírus do Facebook”, enganando os usuários para que instalem um plug-in para Chrome que poderá obter o controle total do perfil da vítima, … Continuar lendo

Avalie isto:

Hacker Diz Que Vazou “Todas” As Senhas De Cartões De Crédito Do Mundo

Um post no site Pastebin alega conter todos os códigos de segurança PIN (um tipo de senha) de cartões de crédito do mundo. Segundo Eduard Kovacs, editor de segurança do site Softpedia, no entanto, a publicação é mais alarmante, e até cômica, do que realmente perigosa.

“Todos os milhares de registros são perfeitamente genuínos, mas ainda é necessário associá-los aos números certos de cartões de crédito”, escreve Kovacs.

Para ele, o vazamento inofensivo mostra que mesmo que dados obtidos sejam legítimos, não necessariamente precisam ser divulgados por hackers.

Já para o site Blottr, também dedicado à segurança na internet, o vazamento pode ter sido uma piada, baseada em um exercício de paciência para formar todas as combinações possíveis de quatro dígitos, com números de zero a nove, como 0000, 0001, 0002 a 9999.

A postagem no Pastebin não informa o autor do vazamento nem a origem das informações. Os códigos possuem quatro dígitos, e o vazamento tem 1003 linhas.

No Twitter, vários usuários creditam o vazamento ao grupo Anonymous, apesar de o perfil utilizado pelo Anonymous não mencionar o vazamento.

Fonte: Terra