Boneca inflável tem virgindade levada a leilão

Esta galeria contém 1 imagem.

Os materiais utilizados na fabricação destes produtos variam, porém a preferência dos brasileiros é pelas bonecas confeccionadas com um material chamado cyberskin, “que imita pele humana”. Como o mercado deste tipo de produto está tão aquecido, será realizada em São … Continuar lendo

Avalie isto:

As mulheres estão dominando as grandes empresas

Esta galeria contém 1 imagem.

Que as mulheres estão dominando o mercado trabalhista não é novidade pra ninguém, em comparação há dez anos atrás, o sexo“frágil” vem conquistando um alto patamar dentro das empresas, hoje em dia, a mulherada não se contenta com um cargo banal dentro de … Continuar lendo

Avalie isto:

Russo que leiloou virgindade está deprimido com resultado

 

 

 
O russo Alexander Stepanov, que, assim como a jovem brasileira Catarina, vendeu sua virgindade em um leilão online, estaria deprimido porque a maior oferta atingiu apenas U$S 3 mil (R$ 6 mil) e sua primeira relação será com um homem. O autor do lance mais alto é um paulista de 35 anos. O sonho de Alex, como é conhecido, era que a primeira vez fosse com uma garota também virgem. “Cheguei a pensar que pudesse ser a Catarina, mas logo percebi que não seria assim”, declarou o jovem, que chegou a estudar espanhol para poder conversar com a brasileira, até descobrir que o idioma falado no País é o português. 

Com 23 anos, Alex garante que não é homossexual, mas as regras do leilão não especificavam que o parceiro deveria ser do sexo oposto. O contrato também não esclarece de que forma o ato sexual aconteceria, se o jovem russo seria o participante ativo ou passivo da relação. A situação está provocando desentendimentos entre o virgem e a equipe de produção do documentário. “Não posso confiar nele”, disse Alex, criticando o diretor Justin Sisely, que ainda cogita transferir a vitória para o segundo maior lance (US$ 2,6 mil), oferecido por uma australiana que se identificou como Kasandra Darlinghurst

O jovem está recebendo tratamento psicológico desde que foi o escolhido para participar do filme, produzido pela Thomas William Productions, há dois anos. Diagnosticado com depressão clínica, Alex sofria bullying na escola. Aos 16 anos, largou o colégio para cuidar da mãe doente. “Ninguém queria ser meu amigo ou namorada. Tive medo minha vida toda. Estou neste documentário para mostrar para as pessoas as dificuldades das relações humanas”, disse ele, que está em Sydney, e concedeu entrevista ao Terra por telefone. 

Agora, diante do resultado do leilão, ainda é possível que o russo desista do projeto. “Ele está chateado porque recebeu apenas uma pequena fração do preço pago pela virgindade da Catarina, mas era algo que nós esperávamos. Nunca tivemos expectativa de que ele fosse ganhar nem perto do valor que ela vai receber”, explicou o diretor do documentário, que ainda fez uma análise do resultado. “É interessante comparar, do ponto de vista sociológico, o que a virgindade vale para uma mulher e o que vale para um homem.” 

O diretor está recebendo centenas de mensagens de jovens se oferecendo para participar de um futuro leilão. “Eles perguntam quando vai ser a próxima fase, porque também querem se candidatar.” Se encontrar alguma emissora interessada no projeto, Sisely admite fazer uma série de episódios sobre o mesmo tema para a televisão.

 

 

 

O lado oculto da Igreja Católica

Michele Sindona

Michele Sindona (Photo credit: Wikipedia)

 

A Igreja Católica é uma das mais antigas e poderosas instituições do mundo, criada há dois mil anos ela surgiu de um homem e cresceu até ser “dona do mundo”, mas para isso sua história foi marcada com mortes, traições, roubos, pecados e até mesmo associação com alguns dos piores vilões de nossa história.

 

O lado oculto da Igreja Católica  – Riquezas e corrupção

 

Os parceiros nazistas e fascistas haviam caído durante a guerra, mas dessa parceria a Igreja havia angariado centenas milhões, que Mussolini pagou a ela em forma de uma indenização, além de que se fala que muito dinheiro que foi confiscado de Judeus acabou indo parar nos cofres do Vaticano durante a Segundo Guerra. Com toda essa fortuna, os chefes católicos resolveram investir em algo que lhe desse ainda mais dinheiro: um banco.

 

Já em 1958, a Igreja tinha mais de 500 milhões de dólares e fora os 940 milhões investido no IOR (Instituto para Obras da Religião), mais conhecido como o Banco do Vaticano.

 

Durante a década de 1970, a Igreja resolveu colocar pessoas especializadas para cuidarem de suas enormes fortunas, tendo como um dos principais chefes Michele Sindona junto com Casimir Marcinkus. E ambos iniciaram algumas das maiores movimentações de dinheiro da história, tudo isso por baixo dos panos, para que os impostos não fossem pagos.

 

 

Os parceiros nazistas e fascistas haviam caído durante a guerra, mas dessa parceria a Igreja havia angariado centenas milhões, que Mussolini pagou a ela em forma de uma indenização, além de que se fala que muito dinheiro que foi confiscado de Judeus acabou indo parar nos cofres do Vaticano durante a Segundo Guerra. Com toda essa fortuna, os chefes católicos resolveram investir em algo que lhe desse ainda mais dinheiro: um banco.

 

Já em 1958, a Igreja tinha mais de 500 milhões de dólares e fora os 940 milhões investido no IOR (Instituto para Obras da Religião), mais conhecido como o Banco do Vaticano.

 

Durante a década de 1970, a Igreja resolveu colocar pessoas especializadas para cuidarem de suas enormes fortunas, tendo como um dos principais chefes Michele Sindona junto com Casimir Marcinkus. E ambos iniciaram algumas das maiores movimentações de dinheiro da história, tudo isso por baixo dos panos, para que os impostos não fossem pagos.

 

banco-do-vaticano-e-lavagem-de-dinheiro3

 

A Igreja até financiou uma campanha político nessa época, apoiando o Partido Democrata Cristão. Logo depois disso descobriu-se algo muito interessante, Michele Sindona estava usando o Banco do Vaticano para transferir dinheiro máfia, fazendo a famosa lavagem de dinheiro, mas como a Igreja lucrava com isso, os Papas faziam vista grossa.

 

 

Contudo, em 1974, as transações ilegais começaram a ter problemas devido a crise do petróleo e os EUA iniciou uma investigação que revelou todas as mutretas que eles estavam fazendo. Em 78, um novo Papa foi eleito, João Paulo I, que prometeu acabar com todos os crimes e com o envolvimento do Banco do Vaticano com a Máfia.

 

Misteriosamente, apenas um mês depois de assumir, João Paulo I foi encontrado morto na sua casa, a Igreja falou que ele foi vítima de um infarto, mas todos acreditam que ele foi morto pela máfia devido as suas ameaças.

 

papa_joao_paulo_I_2

 

Anos depois, a Instituição católica pagou a soma de 244 milhões de dólares para todas as acusações contra ela sumissem, apesar de nunca terem admitido que nenhum crime foi cometido por seu banco, assim a história verdadeira foi esquecida.

 

Apesar de todos esses problemas e gastos milionários, a Igreja continua sendo uma das mais, se não a mais rica instituição do mundo. E a quão rica ela é? Saiba no próximo post da série! E se gostou não deixe de curtir logo a baixo.